Carlos Morais

 
 

Matematicamente pensando: Acesso à informação do Orçamento do Estado

Vivemos em plena fase de construção e aprovação do Orçamento do Estado para 2017. Um documento do maior interesse e que pode influenciar bastante a vida individual e coletiva dos portugueses. Não vou centrar esta reflexão nas opções tomadas pelo Governo, antes refletir na necessidade da informação constante na proposta de Orçamento ser consultada e entendida pelo maior número de portugueses, no sentido de se criar massa crítica que possa assumir posições pensadas, consistentes e coerentes sobre as opções tomadas pelo Governo.

Matematicamente pensando: Acesso à informação do Orçamento do Estado

 
Vivemos em plena fase de construção e aprovação do Orçamento do Estado para 2017. Um documento do maior interesse e que pode influenciar bastante a vida individual e coletiva dos portugueses. Não vou centrar esta reflexão nas opções tomadas pelo Governo, antes refletir na necessidade da informação constante na proposta de Orçamento ser consultada e entendida pelo maior número de portugueses, no sentido de se criar massa crítica que possa assumir posições pensadas, consistentes e coerentes sobre as opções tomadas pelo Governo.

Matematicamente pensando: Os alunos de atores a autores

 
Começou mais um ano letivo. Como sempre, os professores desejam ensinar o melhor possível, os alunos desejam aprender o mais possível, os encarregados de educação desejam os melhores resultados para os seus educandos, e as instituições educativas e o Ministério da Educação desejam que o ano letivo decorra com tranquilidade e sucesso para todos os envolvidos. Podemos admitir que todos os envolvidos na educação das crianças e dos jovens querem o melhor sucesso em cada uma das dimensões associadas ao processo de ensino e aprendizagem.

Matematicamente pensando: Estágios profissionais

Educação, formação e estágios são conceitos abrangentes e relacionados que devem merecer grande destaque e apreço em qualquer país. Sem a pretensão de os definir e no sentido de contribuir para clarificar as ideias apresentadas, assumo neste texto o sentido mais comum dos termos referidos, próximo do apresentado no dicionário Infopedia, da Porto Editora.

Matematicamente pensando

VII Congresso Mundial de Estilos de Aprendizagem

Matematicamente pensando: Mais ligações ao país e ao mundo

Uma das características mais interessantes do ser humano assenta no desejo de querer sempre mais nos vários contextos em que se envolve ou está envolvido. Assim, é saudável e desafiante querer saber mais, querer ter mais possibilidades para fazer o que se deseja e querer viver ou conviver mais e melhor. Enquadra-se neste querer mais a vontade de cada transmontano querer mais e melhores acessos e ligações com o país e com o mundo.

Matematicamente pensando: Desempenho escolar

Promover a educação não é um exclusivo das instituições educativas, mas, em geral, são estas que têm maior responsabilidade no sucesso ou insucesso das pessoas que as frequentam. Dessas pessoas destaco os alunos e os respetivos resultados de aprendizagem, traduzidos em última análise em aprovações e reprovações. Se os resultados associados às aprovações são aceites com alguma naturalidade e agrado, o mesmo não acontece, nem pode acontecer, com as reprovações.

Matematicamente pensando: Ciência no quotidiano

Qualquer ser humano deve preocupar-se com o seu bem-estar e com o dos outros. Um dos caminhos para que este bem-estar seja conseguido com êxito assenta na ciência. Trazer a ciência para o quotidiano não é mais do que desafiar cada pessoa a procurar compreender o seu mundo de uma forma objetiva e racional, questionando as regras que orientam a sua vida e os fenómenos que ocorrem à sua volta.

Matematicamente pensando: Lidar com a diferença

Todos somos poucos para dar sentido à vida em sociedade. Sempre que começo a escrever um artigo a primeira dúvida que me surge é a de saber a quem pode interessar o que vou escrever. A resposta a esta questão nunca a terei, mas acredito que é sempre uma forma de contribuir para aumentar o espaço de reflexão para quem o possa ler.

Matematicamente pensando: Tecnologias e resultados de aprendizagem

 
É indiscutível que muitos dos objetivos da escola estão orientados para preparar os alunos para a vida quotidiana nas múltiplas dimensões que esta envolve. Por outro lado, os níveis de desempenho dos alunos de cada país devem poder ser comparados com os níveis de desempenho dos alunos de outros países, proporcionando a cada país a possibilidade de aferir o que faz bem e identificar os aspetos menos bem conseguidos em função do conhecimento da realidade de outros países.