Milton Roque

Gestão Social

Podemos dividir, sumariamente, os grupos organizados em quatro categorias: Instituições particulares ou privadas sem fins lucrativos, Associações recreativas, culturais, ou religiosas, organismos públicos e Empresas.
A gestão destes grupos, difere na medida da sua organização e do grau de profissionalismo que se lhe quer imprimir, sem perder nunca, o objetivo primordial de servir pessoas. Servir pessoas é o seu principal objetivo, sem o cumprimento deste objetivo perde-se a razão de existência destes grupos.

Associativismo

Uma organização, pública ou privada, uma associação de qualquer forma jurídica é um organismo dinâmico, sensível e evolutivo.
Dinâmico no sentido dos ajustamentos estruturais necessários e dos arranjos estatutários, que em determinado momento e por força da sua evolução, todos os grupos organizacionais experimentam.
Estes grupos são organismos sensíveis, porque as suas estruturas hierárquicas são compostas e formadas por pessoas, que pela sua individualidade introduzem experiências culturais, sociais, pessoais, laborais e formativas.