Mesmo na dor infinita temos que procurar a luz