Diocese

D. José Cordeiro lembra o papel da cátedra no aniversário da dedicação da catedral

Publicado por AGR em Qui, 2018-10-11 10:12

“Amar e venerar a catedral é amar a Igreja como comunidade de pessoas unidas pela mesma fé, pela mesma liturgia e caridade.” Foi desta forma que D. José Cordeiro aflorou o papel da catedral na vida da diocese, na eucaristia de domingo, que assinalou o aniversário de dedicação daquele templo.
“A sede presidencial – a cátedra – também tem um forte sentido simbólico. Quando o bispo está na cátedra é sinal do Cristo cabeça, sacerdote e mestre. A sede deve manifestar essa união entre cabeça e corpo, entre Cristo e a Igreja, entre o presidente e a assembleia”, lembrou o bispo de Bragança-Miranda.