Atual // Governo alarga período crítico dos incêndios até 31 de outubro

É proibido fazer queimadas, fumar ou fazer lume na floresta até ao final do mês

Glória Lopes em Qui, 19/10/2017 - 14:58

Apesar de esta semana a chuva ter começado a cair e de as temperaturas terem baixado substancialmente a seca severa e extrema do território mantém-se. Face a este cenário o  Governo decidiu prorrogar o chamado período critico no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios até 31 de outubro. A publicação deste decreto-lei obriga ao cumprimento de várias determinações: Não é permitida a realização de queimadas e fogueiras; Não é permitida a queima de sobrantes agrícolas; Não é permitido nos espaços florestais, durante o período crítico, fumar ou fazer lume de qualquer tipo no seu interior ou nas vias que os delimitam ou os atravessam.
Até ao final deste mês não é também permitido o lançamento de balões com mecha acesa e de quaisquer tipos de foguetes; Não é permitida a realização de ações de fumigação ou desinfestação em apiários, excepto se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas; Não é permitido fumar ou fazer lume de qualquer tipo no seu interior ou nas vias que os delimitam ou os atravessam.
No desenrolar de trabalhos e outras atividades que decorram em todos os espaços rurais e com eles relacionados, é obrigatório: Que as máquinas de combustão interna e externa a utilizar, onde se incluem todo o tipo de tractores, máquinas e veículos de transporte pesados, sejam dotadas de dispositivos de retenção de faíscas ou faúlhas e de dispositivos tapa-chamas nos tubos de escape ou chaminés; Que os tratores, máquinas e veículos de transporte pesados a utilizar estejam equipados com um ou dois extintores de 6 kg de acordo com a sua massa máxima, consoante esta seja inferior ou superior a 10.000 kg.