Bragança

Graça Morais desvenda os "Olhos azuis do mar"

Publicado por Glória Lopes em Qua, 2019-03-13 17:41

O mar, os seus encantos e cores, sobretudo, aqueles que fazem do mar a sua vida na zona de Sines foram a fonte de inspiração para a pintora Graça Morais, que, pela primeira vez produziu um conjunto de obras em que os homens são as personagens centrais, o que marca uma mudança no seu trabalho, uma vez que a mulher era e continua a sua a grande protagonista. Trata-se da nova exposição da artista, "Olhos azuis do mar", inaugurada no passado sábado no Centro de Arte Contemporânea em Bragança (CAC), que "será uma verdadeira surpresa até para aqueles que conhecem bem a sua obra", referiu Jorge da Costa, diretor do CAC.
A 23ª exposição da artista reúne cerca de 30 obras, algumas delas já tinham sido apresentadas mas não em conjunto, que produziu durante uma residência artística de quatro meses em Sines, no ano de 2005, onde conviveu com os habitantes locais e os pescadores. A artista recolheu peixes, redes, pedaços da vida dos pescadores, os seus gestos, rostos e memória