Olhar // Agricultura

Luta biológica é a única esperança dos agricultores para travar progressão da vespa da galha do castanheiro

Glória Lopes em Qui, 17/05/2018 - 10:22

A vespa da galha do castanheiro está a progredir na região. Em Vinhais foram sinalizados 180 focos e no concelho  de Bragança surgem novos vestígios de dia para dia.Os produtores de castanha de Vinhais depositam grande esperança na luta biológica para travar a progressão da vespa da galha do castanheiro pois neste concelho já estão identificados 181 focos da praga em árvores adultas, podendo progredir rapidamente por ser uma área com umas vasta extensão de soutos. Em Bragança a situação é muito menos gravosa, com dois focos identificados, um em Espinhosela, onde existem quatro a cinco árvores infectadas,  segundo Albino Bento, docente e investigador do Instituto Politécnico de Bragança. Entretanto, um segundo foco foi localizado em Parâmio, no passado fim-de-semana, sendo sinalizado pela junta de freguesia, cujo autarca, Nuno Diz, revelou que há vestígios em 6 a 7 castanheiros centenários.