Atual // Nordeste Transmontano

Mais bombeiros no combate aos incêndios no próximo verão no distrito de Bragança

António G. Rodrigues em Seg, 02/05/2016 - 12:13

O distrito de Bragança tem, este ano, mais uma equipa de bombeiros na fase mais crítica de incêndios, entre 1 de julho e 30 de setembro. Miranda do Douro foi o concelho escolhido para acolher esta nova equipa de cinco elementos.
“É o único concelho que está abaixo dos 50 por cento de suscetibilidade mas entendemos que, estrategicamente, fazia ali falta mais uma equipa que será lá colocada”, justificou Noel Afonso, Comandante Distrital da Proteção Civil (CODIS), à margem da cerimónia de apresentação do Plano Operacional de Bragança - DECIF 2016, que decorreu sexta-feira, em Vila Flor.
A cerimónia ficou ainda marcada pela presença do Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, num “ato de solidariedade com todos os profissionais que vão enfrentar esta fase”. “É uma forma de motivar as pessoas, de as incentivar e de as alertar. Não queremos que haja feridos, nem nos bombeiros nem nos outros elementos que combatem os incêndios. Temos de ter responsabilidade e ter toda a cautela para tudo ser feito com segurança.
Fizemos ações de formação em que a base é, logo no arranque, a segurança dos operacionais. Incluíram cerca de 7500 operacionais”, sublinhou o governante.

Mais apoios para corporações se financiarem

Aproveitando a presença do Secretário de Estado, Fernando Barros, presidente da Câmara de Vila Flor, lembrou a necessidade de obras de requalificação no quartel dos bombeiros locais, pois “os carros ficam na rua”, com a consequente degradação.
Aproveitando a deixa, Jorge Gomes anunciou que o Governo conseguiu aumentar de sete milhões a verba disponível para bombeiros no novo Quadro Comunitário para mais 24 milhões de euros, em dois concursos de 12 milhões cada um.
 
(Artigo completo disponível para assinantes ou na edição impressa)