Atual // Justiça

Ministério Público pede condenação do antigo autarca de Alfândega da Fé

Glória Lopes em Qui, 14/06/2018 - 09:28

O Ministério Público pediu a condenação do antigo autarca de Alfândega da Fé, João Carlos Figueiredo, acusado de participação económica em negócio e aquisição de três terrenos para a autarquia por valor superior ao de mercado, enquanto foi presidente da câmara.  O MP considera que “o essencial descrito na acusação foi dado como provado através documentos e depoimentos e por isso deve ter consequências em termos criminais”, referiu o procurador durante as alegações finais, proferidas no Tribunal de Bragança, na passada sexta-feira. 
O município de Alfândega da Fé, que se constituiu assistente no processo, pede uma indemnização de cerca de 300 mil euros, ao antigo presidente da câmara eleito pelo PSD.
O arguido, com 60 anos, voltou a reafirmar em Tribunal que não agiu com dolo, tal como havia feito na primeira sessão do julgamento, a 28 de Abril de 2017, afirmando que “fez o que podia pelo concelho” e tem “orgulho” do seu trabalho enquanto foi autarca.