Atual // O ponto da situação da seca no Nordeste Transmontano em quatro páginas

Não há memória de uma seca tão grave e prolongada

GL, AGR, FP em Qui, 12/10/2017 - 09:13

A falta de chuva está a afetar os vários setores da lavoura na região. Queixam-se os produtores de gado que em breve não terão alimento para os animais, pois já estão a gastar as reservadas que haviam armazenado para o inverno, porque os pastos estão tão  secos que  não vale a pena os rebanhos sairem do estábulo. Os produtores de castanha e azeitona também fazem contas e estimam um mau ano agrícola, com perdas muito acentuadas.Também as câmaras vivem a braços com a falta de água sobretudo nas aldeias. Em Bragança e Vimioso são os bomdeiros que transportam a água em camiões cisterna. O Mensageiro foi para o terreno escutar quem vive da lavoura e os que sabem que se continuar a não chover pode até faltar água na tormeira. 
LEIA As RREPORTAGENS NA EDIÇÂO ONLINE OU EM PDF