Nordeste Transmontano

PME Excelência movimentam 37 milhões de euros e empregam 339 trabalhadores

Publicado por Glória Lopes em Qua, 2019-04-24 12:04

Numa lista de 2378 empresas avaliadas a nível nacional, foram distinguidas 11 no distrito de Bragança, responsáveis por 339 postos de trabalho e por um volume de negócios superior a 37,5 milhões de euros, o que representou um crescimento médio de 22,6% em relação ao ano anterior, ficando no top 3 de todos os distritos.

Onze empresas do distrito de Bragança foram distinguidas com o estatuto de PME Excelência pelo IAPMEI-Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas relativamente ao seu desempenho no ano de 2018. Estas empresas são responsáveis por 339 postos de trabalho e por um volume de negócios superior a 37,5 milhões de euros, o que representou um crescimento médio de 22,6% em relação ao ano anterior, ficando no top 3 de todos os distritos, adiantou ao Mensageiro uma fonte daquele organismo. As exportações representam 7,5 milhões de euro, ou seja 21,2%.

Numa lista de 2378 empresas avaliadas a nível nacional, o que representou um aumento de 22% face a 2017, a empresa de camionagem e viagens António Augusto Santos, com sede em Freixo de Espada à Cinta, ficou classificada no lugar 153, sendo a melhor colocada do distrito. Segue-se a Baiula -Supermercados, de Miranda do Douro (256). Do conjunto das premiadas no distrito, cinco são de fora de Bragança, além daquelas duas, foram ainda reconhecidas a Farmoreno - Comércio a Retalho de Produtos Farmacêuticos (848), em Macedo de Cavaleiros; a J M Gonçalves Tanoaria (1162) e a Tapocal-Tanoaria e Construção Civil (2131), ambas com sede em Palaçoulo, no concelho de Miranda do Douro.

As outras quatro premiadas estão localizadas em Bragança. São Bragamaia -Sociedade Transformadora de Ferro, (306); Bricantel (318); Elias Santos Pinto-Redes de Transportes de Água (695); Farmácia Bensaúde (804); Frutas Ferreira (934); e a Nordhigiene (1564).

(Artigo completo disponível para assinantes ou na edição impressa)