A opinião de ...

Janeiro “geoso” e fevereiro chuvoso, fazem o ano formoso!

Janeiro tem prosseguido sem grandes surpresas em relação ao previsto, até ao momento caracteriza-se pela seca extrema e pelas temperaturas noturnas baixas que se sentem em toda a região, contudo, e segundo os principais modelos matemáticos de previsão, a segunda metade do mês deverá ser diferente, com uma mudança de padrão, onde poderemos, por fim, registar precipitação.
Já notámos nos últimos dias uma mudança!
O céu já apresenta maior nebulosidade, o que contribuiu para uma pequena subida das temperaturas mínimas. Pelo contrário, nas máximas, a nebulosidade abundante está a funcionar como um travão, e o sol não consegue brilhar como nas últimas semanas, o que, aliado ao vento, torna os dias desconfortáveis.
Nas próximas jornadas a probabilidade de precipitação irá aumentar, não se esperam acumulações significativas e a novidade será a possível queda de neve na região. Diferentes modelos apresentam simulações nesse sentido. A neve poderia aparecer em primeiro lugar em cotas altas, baixando a cota paulatinamente, mas tudo irá depender da posição do anticiclone dos Açores. Se este recuar um pouco para oeste, poderemos ter neve na região, contudo o mais provável é que se desloque para leste, empurrando o frio e a precipitação para Itália, trata-se de uma previsão de largo prazo que irei atualizando na nossa página.
As temperaturas vão continuar baixas, com Bragança a registar na próxima semana, mínimas que vão variar entre os -4ºC e os -1ºC e máximas entre os 4 e os 9ºC. Temperaturas ligeiramente mais baixas em zonas de montanha e ligeiramente mais altas nos vales da Vilariça, Tua e Douro, uma vez que a situação de inversão térmica cessará, ou seja, voltaremos a ter temperaturas mais altas nos vales e terras baixas que em altitudes médias e altas, graças à retirada do anticiclone que por fim trará algum movimento à atmosfera.
Sem dúvida que este tempo muito frio e com geadas é muito positivo para a agricultura, fundamental para atrasar a floração que já se estava a registar em alguns pontos. A falta de chuva já preocupa alguns agricultores, contudo as previsões sazonais apontam para um fevereiro chuvoso.
São bons indicadores para as próximas semanas, após um dezembro muito seco e janeiro que dificilmente escapará de o ser também.
Poderão acompanhar diariamente as atualizações de toda a informação na página de Facebook / Twitter do Meteo Trás-os-Montes.

Edição
3713