A opinião de ...

Quando vem março ventoso, abril sai chuvoso.

É oficial, todo o país já se encontra em situação de seca meteorológica. No final de fevereiro 4,8% do país estava em seca severa, 57,1% em seca moderada e 38,1% em seca fraca. O último mês foi mesmo o quarto mais seco dos últimos 20 anos e a chuva que caiu foi apenas 34% da considerada normal para a época. No que toca às temperaturas, o valor médio da máxima do ar situa-se nos 16.79 graus e foi o mais alto para fevereiro desde 1931, primeiro ano com registos históricos, numa anomalia de mais 2,41 graus, que fazem deste mês o mais quente de sempre. Estes são dados agora disponibilizados pelo IPMA que vêm confirmar o que empiricamente já havia comentado nas últimas semanas.
A primavera meteorológica entrou da melhor maneira, nos últimos dias assistimos a uma situação clássica de inverno (como não tivemos durante os últimos 3 meses), com o anticiclone a assumir a sua posição natural ao sul dos Açores e a permitir a chegada de sucessivas frentes e linhas de instabilidade que trouxeram a tão desejada e necessária chuva à nossa região. As acumulações estão a ser generosas, em torno dos 40 litros por m2 na zona da Terra Quente e Vale da Vilariça e entre os 50 a 60 litros nas zonas montanhosas da Terra Fria. Também notamos uma normalização das temperaturas e a neve voltou a cair nos pontos mais altos de Montesinho e Nogueira.
A precipitação registada não resolve de modo algum a situação de seca que estamos a atravessar e será necessário que este padrão se consiga impor durante mais tempo para que os solos consigam de fato absorver a humidade necessária para inverter esta situação.
Nos próximos dias não se prevê precipitação significativa e já a partir de amanhã prevê-se o regresso do tempo seco. Durante o fim-de-semana as temperaturas voltam a subir significativamente. Bragança irá registar máximas em torno aos 16 / 17ºC, no sábado iremos registar uma descida das mínimas com a aparição das geadas em alguns locais, na próxima semana a tendência é a continuação de tempo em geral seco com temperaturas normais para a época do ano.
A bacia do Douro continua cerca de 10 pontos abaixo do normal de água armazenada para a média do período, a albufeira da Serra da Serrada que abastece a cidade de Bragança continua com a capacidade máxima de água armazenada, o Azibo está com 87,4% e a situação mais delicada está em Tabuaço, com a barragem de Vilar com apenas 32.3% de água armazenada.

Acompanhem diariamente todas a atualizações através das páginas nas redes sociais Facebook e Twitter do Meteo Trás-os-Montes.

Edição
3720