A opinião de ...

“Quem em Abril não varre a eira e em Maio não rega a leira, anda todo ano em canseira”

A Páscoa já lá vai e o passado fim-de-semana foi marcado pela variabilidade meteorológica, característica da nossa primavera, às temperaturas elevadas de sábado de aleluia, vimos como os aguaceiros se seguiram na jornada dominical de Páscoa.
Já no comentário da semana passada vos tinha dito que haveria a possibilidade de se registar um novo período frio e húmido na semana imediatamente a seguir à Páscoa, e assim foi. Notamos como a partir de segunda-feira o tempo mudou radicalmente, deixamos de estar sobre a influência de uma massa de ar tropical e ficamos à mercê de uma corrente fria e húmida com origem em latitudes muito mais altas que as nossas, desde a Gronelândia, com o anticiclone dos Açores situado a sul daquele arquipélago, abrindo-se assim um corredor de depressões, que tem regado toda a região nos últimos dias. A neve voltou a cair nas terras mais altas da região, acumulando significativamente nas serras que compõem o Parque Natural de Montesinho e na Serra da Nogueira. Trata-se de precipitação preciosa para minimizar a seca que ainda padecemos na região e que se irá agravar nos meses do estio, os campos estão verdejantes e assim vão continuar nas próximas semanas.
Já a partir de amanhã, as condições meteorológicas tendem a estabilizar, ou seja, as probabilidades de precipitação vão-se reduzir significativamente e as temperaturas vão começar a subir, no fim-de-semana já teremos novamente máximas agradáveis em toda a região, podendo subir cerca de 10ºC entre amanhã e a próxima segunda-feira em alguns pontos, como Mirandela, que amanhã terá máxima de 16ºC e segunda-feira já tocará os 26ºC, Bragança subirá dos 13ªC aos 23ºC, Vinhais dos 11ºC aos 21ºC, Miranda do Douro dos 13ºC aos 22ºC, calor que tenderá a intensificar-se no final de abril e arranque de maio.
As mínimas continuarão frescas, podendo registar-se geada em alguns locais, irão variar nos próximos dias entre 1 e os 8ºC na cidade de Bragança, entre os 3 e os 9ºC em Mirandela e entre os 2 e os 9ºC em Macedo de Cavaleiros, sendo o dia com maior probabilidade de geada o próximo sábado.
No largo prazo, a tendência é de domínio das altas pressões, com tempo estável e muito sol na reta final do mês de abril e começo de maio, mês das trovoadas por excelência, as temperaturas começarão a aproximar-se dos 30ºC em muitos pontos dos vales do Tua, Côa, Sabor e Douro.

Poderão acompanhar diariamente as atualizações de toda a informação na página de Facebook e Twitter do Meteo Trás-os-Montes.

Edição
3727