José Mário Leite

Quatro mil milhões!!!

Quatro mil milhões de euros é quanto o Estado Português se comprometeu gastar, por ano, em defesa, no âmbito da NATO! Seguramente que grande parte desta “pipa de massa” será usada para comprar armamento moderno, eficaz, contemporâneo e inovador. Seguramente que equipamento, serviços e aconselhamento técnico, com essas características existe em abundância e pronto a ser comercializado, do lado de lá do Atlântico de onde voou recentemente o presidente Trump que, de dedo em riste, veio impor tal absurdo aos “amigos” europeus. O que o motiva é fácil de perceber.


Por quem Deus nos mandou avisar

“A César o que é de César” Recomendou Jesus quando questionado sobre a licitude do pagamento do tributo romano. Sendo-lhe devido, espera-se que este trate bem o que lhe pertence. E assim foi. César, o Júlio, tratou bem do que lhe foi confiado. Tratou bem de Roma, dos romanos e do império que consolidou, melhorou e ampliou. Cuidou bem da sua família e tratou de que a sua mulher, sendo honesta, se comportasse exemplarmente para que igualmente o parecesse. Cuidou bem do seu filho Brutus, que tanto amou, como testemunhou Marco António no célebre discurso fúnebre.