Atual

Pastor homicida fica em prisão preventiva

Vai ficar a aguardar julgamento em prisão preventiva o pastor de Carrazeda de Ansiães acusado de ter esfaqueado duas mulheres, uma das quais morreu, numa festa em Vilarinho da Castanheira. Os crimes ocorreram no dia 4 de agosto.


Publicado por Gloria Lopes em Qui, 2014-08-21 09:42