Bragança

Grupo de cidadãos quer travar obras na João da Cruz com providência cautelar

Publicado por Glória Lopes em Sex, 2018-11-30 16:52

Um grupo de cidadãos vai avançar com uma providência cautelar no Tribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela para impedir que o município de Bragança avance com o projecto de requalificação da Avenida João da Cruz. A intenção foi comunicada esta sexta-feira à Assembleia Municipal pelo advogado brigantino, Guedes de Almeida, que referiu que a intervenção "é um atentado à histórica e principal" artéria desta cidade. Em causa está um projecto que prevê a criação de uma ciclovia. Para já, o grupo de cidadãos está a recolher assinaturas para avançar para a via judicial.

Sobre o assunto, o autarca de Bragança, Hernâni Dias, disse que "é uma afirmação descabida e sem nexo", porque quando se apresentaram publicamente os projectos de requalificação das Avenidas João da Cruz e Sá Carneiro "quem quis deu a sua opinião".