Pêra Fernandes

A POESIA MODERNA

É salutar sentir o pulsar da poesia nas coisas mais simples da vida e também nos momentos menos envolventes. Em tudo há poesia, porque o acto de sentir o belo é um acto de profundo amor e uma dádiva do Criador. Pessoas com sensibilidades apuradas (re) descobrem sensações, vibrações “especiais”, inacessíveis ao cidadão comum. Aqueles que têm este dom, este sortilégio, devem agradecer a quem de direito dádiva tão grande que lhes permite momentos de profunda felicidade, e muito particularmente quando fazem os outros felizes.