Bragança

Família de Giovani pede 300 mil euros de indemnização pela morte do estudante

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2020-09-24 09:29

Poderá ser superior a 300 mil euros a indemnização cível que a família do estudante Luís Giovani Rodrigues e os outros três ofendidos vão pedir aos sete homens alegadamente envolvidos no homicídio do jovem cabo-verdiano, que morreu no hospital de Santo António, no Porto, 10 dias após ter estado envolvido numa rixa em Bragança em dezembro de 2019.
Sete arguidos, com idades compreendidas entre os 24 e os 32 anos, estão acusados em co-autoria material de quatro crimes de homicídio, um consumado e três tentados, pela participação nas agressões ao estudante. Nenhum assume a autoria material da morte do jovem que na altura, de acordo com o referido no debate instrutório, estava alcoolizado, com uma taxa de álcool de 1.05 e apenas 45 kg de peso. Cinco dos oito arguidos no processo requereram a abertura da instrução e pedem a desqualificação dos crimes porque defendem que não existe nexo de causalidade entre os acontecimentos e a morte do estudante, argumentando que a autopsia é inconclusiva porque revela que não é possível determinar a causa da morte. O oitavo arguido está acusado de favorecimento por ter ajudado a esconder um objeto que terá sido usado na escaramuça.