Inovação

Azeitólogo é a nova profissão criada no IPB

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2019-07-11 10:04

O desenvolvimento da investigação na área alimentar realizada no Instituto Politécnico de Bragança (IPB) tem contribuído para o surgimento de novas profissões, como o azeitólogo, semelhante ao enólogo, só que trabalha com azeite e não com o vinho.
Nuno Rodrigues, 30 anos, investigador do IPB, é um dos primeiros azeitólogos do país, isto é cria azeites. “Desde a parte do controlo da azeitona no campo, indica também qual é o momento óptimo para a colheita, para que se consiga ter alguns atributos positivos que se identifiquem no azeite. Fazemos ainda o controlo e o acompanhamento no lagar, desde a recepção da azeitona até à extração do azeite, para separar pela qualidade e fazer a mistura dos vários lotes”, explica Nuno Rodrigues.