Bragança

Escola Básica Paulo Quintela integrava a lista das escolas com amianto por engano

Publicado por AGR em Qui, 2020-06-25 18:18

A Escola Básica Paulo Quintela, em Bragança, integrava a lista das escolas das quais irá ser retirado amianto num programa nacional que abrange 600 estabelecimentos de ensino mas “por engano”, revelou hoje ao Mensageiro Eduardo Santos, o diretor do Agrupamento Emídio Garcia.

“Deve ter havido uma falha de comunicação ou a utilização de dados antigos pois o amianto já foi retirado nas obras que fizemos em 2003 e 2004”, explicou.

Até 2003, a escola tinha telhados de lusalite, que incluíam amianto na sua composição. No entanto, quando a escola foi remodelada, essas placas de fibrocimento foram removidas e substituídas por placas de chapa metálica.

“Ainda esta tarde estivemos na escola a confirmar isso mesmo com técnicos da Câmara de Bragança”, frisou Eduardo Santos.

Assim, são seis as escolas do distrito de Bragança que integram este projeto, nomeadamente o Jardim de Infância de Santiago, em Bragança, a Escola Básica de Miranda do Douro, a Escola Básica Guerra Junqueiro, em Freixo de Espada à Cinta, o Jardim de Infância de Cabanas de Baixo, em Torre de Moncorvo, o Jardim de Infância de Freixiel, em Vila Flor, e a Escola Básica de Vinhais.