Vinhais

“Mascaras Rituais de Portugal”chega a Vinhais

Publicado por Redação em Sex, 2020-08-14 15:34

A exposição “Máscaras Rituais de Portugal - coleção de Roberto Afonso”, chegou ao concelho de Vinhais, no passado dia 07 de agosto e agora poderá ser visitada no Centro Cultural Solar dos Condes de Vinhais, assinalando três anos de itinerância ininterrupta por diversos espaços culturais de Portugal e Espanha.
Depois de ter sido apresentada publicamente na Mascararte - Bienal da Máscara de Bragança - 2017, passou já pelo Centro Interpretativo da Máscara Ibérica (Lazarim-Lamego), Museu Etnográfico Provincial de León (Espanha), Ecomuseu de Barroso - Espaço Padre Fontes (Montalegre), Museu Municipal Armindo Teixeira Lopes (Mirandela), Museu do Ferro (Torre de Moncorvo), Casa das Artes e Ofícios (Mogadouro), Colégio Universitário (Zamora), Auditório Municipal (Freixo de Espada à Cinta), Museu da Terra de Miranda (Miranda do Douro) e Centro de Interpretação do Território (Sambade, Alfandega da Fé).

As festas de Inverno com mascarados, em Portugal, têm o seu início no dia 31 de outubro, em Cidões - Vinhais, com a Festa da Cabra e do Canhoto. Seguem-se as festas de dezembro, na sua maior parte dedicadas a Santo Estêvão, o protomártir do cristianismo e padroeiro dos rapazes, altura em que as máscaras assumem maior protagonismo, continuando durante o mês de janeiro e, depois, durante o Carnaval. Culminam na Quarta-feira de Cinzas, com o Dia dos Diabos, data em que a Morte e os Diabos saem à rua em Vinhais e em Bragança. Fora deste período, associado ao Solstício de Inverno, em Sobrado - Valongo (Porto), a Bugiada, a 24 de junho, representa a única festa de verão com mascarados em Portugal.

Nesta exposição são apresentadas 42 composições tridimensionais, com mais de 60 máscaras, assinadas por 47 artistas|artesãos, que representam 37 festas com mascarados em Portugal (distritos de Aveiro, Bragança, Coimbra, Guarda, Porto e Viseu), ilustradas com textos de autores especialistas na matéria, e alguns trajes representativos de festas do concelho de Vinhais.

Num conceito que rompe com a convencional exposição de máscaras, o conjunto das composições que o colecionador/investigador criou apresenta-se, também, como um roteiro das festas com mascarados em Portugal, disposto cronologicamente, entre 31 de outubro e 24 de junho, conjugando vários acessórios, fragmentos de trajes ou utensílios usados pelos protagonistas das festa e associados a cada ritual representado.

Todo este espólio, profundamente ligado à cultura popular, que carateriza e distingue as regiões representadas, resultou na publicação do livro “Máscaras Rituais de Portugal - coleção de Roberto Afonso”, editado, em março de 2019, pela Câmara Municipal de Bragança, no qual são apresentadas imagens de todas as composições presentes, então, na exposição, assim como os textos explicativos e identificativos de cada festa, máscara e respetivos artesãos | artistas. A coleção de Roberto Afonso ruma agora a Vinhais, onde estará patente ao público entre 07 de janeiro e 31 de dezembro, no Centro Cultural Solares dos Condes de Vinhais, terra natal do proprietário e investigador que, assume, desde 2014, a presidência da Assembleia Geral da Academia Ibérica da Máscara.