Mirandela

Covid-19: Testaram negativo todos os contactos diretos da professora de Mirandela

Publicado por Fernando Pires/AGR em Sáb, 2020-09-26 16:46

Depois de ontem uma professora da escola básica Nº3 (Convento) do agrupamento de escolas de Mirandela ter testado positivo para a Covid-19, foram realizados vários testes de despistagem aos contactos diretos, em contexto de trabalho (docentes e assistentes operacionais) e familiares (marido e filhos), cujos resultados, processados nas últimas horas, deram negativo, apuramos junto de fonte ligada às autoridades de saúde.
São boas noticias dado que estes resultados indiciam que houve uma quebra na possível cadeia de transmissão do vírus. Ainda assim, a Direção Geral da Saúde (DGS) continua a lembrar que “é necessário manter as regras de distanciamento e higienização porque o vírus ainda não desapareceu e vai continuar mais tempo entre nós”, alerta a DGS na sua página oficial dedicada exclusivamente à Covid-19.
Recorde-se que a docente infetada estava assintomática, mas acabou por saber que estava infetada no momento em que se preparava para realizar uma intervenção cirúrgica numa unidade hospitalar, dado que, como está previsto no protocolo, antes de qualquer intervenção é obrigatório esse procedimento.
Entretanto, ainda não são conhecidos os dados atualizados da situação epidemiológica no distrito de Bragança, o que deverá acontecer ainda esta tarde.
Até ontem (sexta-feira), desde 14 de março, estavam contabilizados 672 casos do novo coronavírus. Já recuperaram 458. Morreram 28 pessoas e restam ainda 186 pacientes com a doença ativa.
55 no concelho de Vimioso. 39 em Bragança. 27 em Macedo de Cavaleiros. 15 em Freixo de Espada à Cinta (todos em Poiares). 14 em Mirandela (13 na freguesia de Aguieiras). 7 em Torre de Moncorvo, Mogadouro e Vinhais. 6 em Miranda do Douro e 2 em Carrazeda de Ansiães e Vila Flor.
Há também 5 casos importados. 2 de Lisboa e Vale do Tejo, 2 de Póvoa de Lanhoso e 1 de Madrid (Espanha)