Manuel António Gouveia

A ambição humana

odos os dias vemos, lemos e ouvimos a Comunicação Social que nos informa sobre o que, diária e cruelmente, acontece neste Planeta, e o que, também nele, diz respeito a situações trágicas.
Essa mesma Comunicação Social faz-nos ainda saber que as decisões de muitos governantes estão a querer obrigar-nos a habitar um Planeta que já foi maravilhoso e que, num futuro não muito longínquo, por causa dessas decisões, poderá tornar-se inabitável!


A Igreja Católica

Cada vez mais me tenho apercebido de que, recentemente, vem sido divulgada uma persistente crítica à Igreja Católica.
Esta crítica tem abordado factos considerados escandalosos, alegadamente passados no seio da Igreja, motivados por atos, dissensões e intrigas.
Embora isto me pareça demais, não deixo de aceitar que, quem assim procede lá terá as suas razões, resultantes de uma boa, deficiente ou má informação; ou resultantes de uma investigação feita ou não com o rigor que a mesma exige.


Na cidade de Bragança

Passei por Bragança no início da década de 50 do século passado; mas só tive a oportunidade de conhecê-la bem, na década imediatamente posterior.
No entanto, daquela primeira década, o fascínio da cidade ficou-me na memória, como uma fotografia impressa e indelével que, de vez em quando, me aparece em frente dos olhos – proibidos de não resistirem a um instantâneo e saudoso lacrimejar.


A disciplina na escola

Na escola, a disciplina e o aproveitamento escolar dependem de vários fatores, entre os quais devemos ter em conta a influência da família, do meio ambiente, e das motivações. São estes alguns dos fatores fundamentais que contribuem, para que a disciplina e o aproveitamento escolar venham a ser uma realidade valorizada.


O Patrão

            Com origem na palavra latina “pater-patris” e na sua derivada “patronus-patroni”, patrão assume, entre outros significados, os de patrono e de protetor - o que nos autoriza a que possamos afirmar que se trata de alguém que protege (ou deve proteger), como um dedicado vigilante, procurando sempre o bem das pessoas que com ele convivem - no caso e numa situação mais específica, aquele que mantém ou se vê obrigado a manter com o seu trabalhador as melhores relações laborais, supostamente para bem de ambos.


Os indesejados

É doutrina do eugenismo que a população humana deverá evoluir para a perfeição, resultando, se for caso disso, de uma depuração e seleção programadas, sendo um dos meios para esse fim impedir o nascimento de crianças que, entre outros motivos, acusem alguma malformação. A sociedade, prevendo que tal nascituro (além de ele próprio poder ter de sujeitar-se a uma vida de permanente sacrifício), irá perturbar-lhe a boa ordem, a estabilidade, a economia, o bem-estar, permite-se retirar-lhe o direito de nascer.


A mochila da Clara

Nem sempre os responsáveis pela educação das crianças decidem bem e na hora adequada. Por isso, acontecem situações muito complicadas.
É o caso do peso das mochilas. Não sei por que razão se tem perdido tanto tempo com uma decisão que já devia ter sido posta em prática: aliviar o peso que os alunos levam para a escola.
A este propósito, um amigo meu que tem um filho no sexto ano de escolaridade teve a amabilidade de me ler uma cópia da pequena história que a professora leu aos alunos no Dia Mundial da Criança:


A MÃE

Quando se fala da mulher, deverá falar-se com todo o respeito, cuidado e admiração, porque estamos a falar do ser humano mais sensível, mais perfeito e mais delicado. Sobretudo se é mãe: ela transfere para o embalo do colo que transborda de ternura, o fruto da semente que justifica e faz avançar a Humanidade, enquanto lhe oferece o amor, a educação e a doçura que, no momento de maior encanto daquele embalo, dão vida à verdade, à felicidade e à alegria.  


Defender a Língua Portuguesa

Aproxima-se o dia do Festival Eurovisão da Canção 2018, desta vez merecidamente em Portugal.
Como é sobejamente sabido, no dia 13 de maio do ano passado, no Festival da Eurovisão, em Kiev, o representante da Televisão Portuguesa, Salvador Sobral, cantou e defendeu a sua canção da forma mais natural e simples do que alguma vez o nosso ou outro país participante imaginaria fazê-lo.