Nordeste Transmontano

Presidente da ULS garante que foram feitos testes “todos os dias” e que há 15 pacientes internados

Publicado por AGR em Dom, 2020-10-04 23:54

O presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Nordeste (ULS), Carlos Vaz, garantiu hoje ao Mensageiro que foram feitos testes ao novo coronavírus “todos os dias”.

É a resposta de Carlos Vaz às críticas deixadas hoje pelo presidente da Câmara de Bragança, Hernâni Dias, que questionou o facto de o laboratório do Instituto Politécnico de Bragança estar a laborar “três dias por semana”.

“Só desde sexta-feira fizemos 600 testes”, garantiu Carlos Vaz aos Mensageiro.
“Quando começaram a surgir muitos pedidos, mandámos 170 amostras da Santa Casa para o S. João”, frisou.

Só relacionados com a Santa Casa de Bragança foram feitos “309 testes sexta-feira, sábado e domingo”, precisou o mesmo responsável.

Carlos Vaz garante, por isso, que a ULS faz “testes todos os dias para todo o distrito de Bragança” e que os resultados ficam disponíveis “em 24 horas”. Para além disso, se houve erros ou problemas na comunicação de resultados não são responsabilidade dos laboratórios públicos, garantiu.

O presidente da ULS reafirmou que quem decide os rastreios e quem determina quem tem que ser testado é “a Saúde Pública”, que funciona de forma autónoma da ULS e depende diretamente da Direção-Geral da Saúde.

Recorde-se que, já na quinta-feira, o presidente do IPB, Orlando Rodrigues, anunciava ao Mensageiro que o laboratório daquela instituição passaria a laborar todos os dias devido ao aumento das solicitações nos últimos dias.

Carlos Vaz admitiu, ainda, ao Mensageiro que a ULS tem adquirido equipamento de laboratório com o objetivo de "triplicar a capacidade" de análise mas "devido à grande procura mundial, alguns equipamentos só serão entregues em outubro e outros em novembro".
"Há umas semanas recebemos algum material mas ainda é preciso afetar um espaço apropriado", explicou.

Para esta segunda-feira está prevista uma reunião, pedida por Hernâni Dias, entre a autarquia e a ULS para discutir esta questão.

O presidente da ULS reforçou, ainda, que nas próximas semanas todos os centros de saúde do distrito de Bragança farão colheita de amostras para teste ao novo coronavírus.

Até ao momento, registam-se 15 pacientes internados nos hospitais da região devido ao novo coronavírus, sendo que dois estão nos cuidados intensivos.