A opinião de ...

“Quem tenha força no braço, que cave e pode em Março”

Estamos prestes a chegar à nova estação do ano, o Equinócio da Primavera ocorre no dia 20 de março às 03:50 horas, este instante marca o início da primavera no Hemisfério Norte, esta estação prolonga-se por 92,789 dias até ao próximo solstício que ocorre no dia 20 de junho às 22:44 horas.
Os equinócios ocorrem duas vezes por ano, na primavera e no outono, nas datas em que o dia e a noite têm igual duração, a partir daqui até ao início do outono, o comprimento do dia passa a ser maior do que a duração da noite, devido ao Sol percorrer um arco mais longo e mais alto no céu todos os dias, atingindo uma altura máxima no início do Solstício de Verão. É exatamente o oposto no Hemisfério Sul, onde o dia 20 de março marca o início do Equinócio de Outono.
Muitas pessoas associam o início da Primavera ao dia 21 de março e lembram-se que durante o século XX o equinócio ocorria por vezes no dia 21 e por vezes no dia 20, no entanto desde 2008 que se tem mantido sempre no dia 20 de março, isto explica-se devido ao período de translação da Terra não ser de exatamente 1 ano (365 dias) mas de 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 48 segundos. Assim, num dado ano, a Terra atinge o ponto orbital correspondente ao equinócio cerca de 5h49 mais tarde do que no ano anterior, ocorrendo o equinócio cada vez mais tarde. Ao fim de 4 anos, a diferença acumulada seria já de quase 1 dia (23h16 em média), no entanto a aplicação da correção do ano bissexto ao fim de 4 anos faz com que a data recue 1 dia.
Nos últimos dias temos assistido à habitual variabilidade que março costuma ter, até neve e frio tivemos no passado fim-de-semana, já ontem esteve um lindo dia de Primavera.
O que esperar nos próximos dias? É possível o regresso de alguma instabilidade à nossa região, amanhã a probabilidade de precipitação aumentará significativamente, situação que se deverá manter até domingo ou segunda-feira, as temperaturas mínimas deverão descer um pouco durante o fim-de-semana, contudo não se esperam geadas dignas de registo, as máximas irão variar entre os 16 e os 18ºC em praticamente todo o nordeste transmontano, pontualmente 20ºC nos vales do Tua, Douro, Sabor e Côa, no início da próxima semana, a tendência de momento é de tempo seco e ligeira subida das máximas, ou seja tempo propício a resfriados.
Dada a incerteza das previsões a prazo, aconselhamos o acompanhamento das atualizações de toda a informação na página de Facebook e Twitter do Meteo Trás-os-Montes

Edição
3773