Nordeste Transmontano

Produtores de cortiça de Mogadouro e Alfândega da Fé apreensivos com furtos

Publicado por Francisco Pinto em Sáb, 2020-05-16 23:21

O furto de cortiça tirada diretamente dos sobreiros e fora de tempo, associada ao desaparecimento de alfaias agrícolas, está a deixar apreensivos os produtores de aldeias dos concelhos de Alfandega da Fé e Mogadouro.

"Constatámos que tem havido vários furtos de cortiça tirada da própria árvore, mesmo fora de tempo, o que nos está a deixar preocupados e não só este ano. Nos últimos anos esta prática tem sido recorrente e causado prejuízos consideráveis", disse ao Mensageiro Paulo Fernandes, um dos produtores lesados.

Segundo o produtor, na última incursão, registada hoje, foram retiradas cercas de 100 arrobas de cortiça (1.500 quilos) e várias peças de alfaias agrícolas que se encontravam nos terrenos das localidades de Saldonha (Alfândega da Fé) e Porrais (Mogadouro)

"O mais caricato desta situação é que quem faz o furto da cortiça, fá-lo fora de época e por esse motivo vamos ficar atentos e vigilantes", concretizou Paulo Fernandes.

Paulo Fernandes disse que este sábado esteve no local uma patrulha da GNR do Posto Territorial de Mogadouro, que tomou conta da ocorrência.