A opinião de ...

“Feno alto ou baixo, em Junho é segado”

Como sabem em meteorologia o calendário das estações é diferente do calendário astronómico, o verão meteorológico (ou climatológico como preferirem), entra já no próximo sábado, dia de 1 de junho e durará até ao próximo dia 31 de Agosto, entrará muito quente em todo o país e a nossa região não será exceção.

Estamos novamente sob a influência das altas pressões que se colocarão no centro da Europa e da subida em latitude da dorsal africana, garantindo a chegada de ar quente e seco à Península Ibérica, esta posição do anticiclone favorece a chegada de vento de levante a Portugal, ou seja ar com muito recorrido terrestre pelo interior de Espanha, que chega ao nosso país muito ressequido e que fará descer os valores da humidade relativa para índices muito baixos, contribuindo para um agravamento muito significativo do risco de incêndio florestal nos próximos dias, por favor cumpram as recomendações da Autoridade Nacional de Proteção Civil,“Portugal sem fogos depende de todos nós”.
Se está a pensar ir à praia ou à piscina, deverá evitar as horas de maior calor, o índice ultravioleta estará alto a muito alto, deverão ter precauções especiais com os idosos e crianças e todos aqueles que por motivos profissionais não podem evitar a exposição solar nas horas de maior perigo, nomeadamente os trabalhadores da lavoura.
Tentem ir ao campo pela “fresquinha” da manhã ou ao final do dia.
Em relação à humidade nos solos, o IPMA faculta um produto que nos permite acompanhar esta evolução, na última semana registou-se o agravamento significativo em toda a região, com as áreas com percentagem muito baixa de humidade em expansão, tocando cada vez mais concelhos, a situação mais grave continua a verificar-se em Mirandela, Vila Flor, Vimioso, Mogadouro, Moncorvo, Carrazeda de Ansiães, tendo-se agravado o cenário em Bragança, Miranda do Douro, Macedo de Cavaleiros, Freixo de Espada à Cinta, entre outros, no distrito apenas Vinhais não se encontra com índices baixos de humidade nos solos, situação preocupante quando estamos ainda na primavera.

Nos próximos dias, não se prevê precipitação e o calor continuará, com as temperaturas a atingirem com facilidade os 30ºC em boa parte da região, no arranque da próxima semana Bragança deverá chegar aos 32ºC, Macedo de Cavaleiros e Miranda do Douro aos 33ºC, Mirandela aos 36/37ºC, também as mínimas subirão, com as mínimas a variar entre os 16/18ºC durante o fim-de-semana.
Poderão acompanhar diariamente as atualizações de toda a informação na página de Facebook e Twitter do Meteo Trás-os-Montes

Edição
3732