Bragança

Crise obriga Hotel S. Lázaro a fechar em dezembro

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2020-11-19 18:30

O Hotel S. Lázaro, em Bragança, vai encerrar durante todo o mês de dezembro dados os prejuízos relacionados com a falta de reservas por causa da crise pandémica criada pela covid-19. Marcel Silveira, gerente, da unidade hoteleira, explicou ao Mensageiro que "vão estar fechados a partir do dia 1 de dezembro e, em princípio, só durante esse mês".
A direção deseja reabrir a unidade a 5 de janeiro de 2021. "Se houver reservas. Em novembro tivemos muito poucas reservas, três, quatro ou cinco quartos por dia. Para dezembro não temos nenhum pedido de reserva. Torna-se insustentável, nem dá para a despesa mais básica do hotel mantê-lo aberto. Não compensa", descreveu o responsável.
Para já os funcionários estão a trabalhar, excepto os que tinham férias marcadas mas em dezembro vão passar para lay-off até 31 de dezembro. "Agora não há condições para trabalhar. Os dois gerentes vamos continuar a trabalhar na área comercial para captar clientes. Se não conseguirmos vamos renovar o lay-off em janeiro", acrescentou Marcel Silveira.
O hotel esteve fechado em abril e maio, por falta de clientes, e retomou a atividade em junho, mas com pouca clientela. Em julho recuperou e agosto não deu prejuízo, mas "não foi melhor do que em 2019, e tivemos 50% de quebra. Setembro e outubro trabalhou-se devagar e após meio de outubro as coisas complicaram-se. Tivemos o surto da Santa Casa da Misericórdia de Bragança, cujos utentes não covid-19 estiveram aqui alojados, o que levou muitos clientes a sair do hotel por medo, ou cancelaram reservas. Agora com os fecho, recolher obrigatório, tem sido complicado com muitas reservas canceladas. No feriado do dia 1 de novembro tínhamos perto de 60 reservas e foram todas canceladas. O que teve um custo operacional muito alto porque temos que ter as mercadorias e o pessoal a trabalhar ", sublinhou.
Os gerentes vão continuar a trabalhar com o restaurante a vender em take away.