Bragança

A manterem-se as regras sanitárias da covid-19 nos transportes escolares podem não haver táxis suficientes nos circuitos especiais

Publicado por Glória Lopes em Qua, 2020-09-09 18:33

O presidente da Comunidade Intermunicipal Terras de Trás-os-Montes (CIM-TTM), Artur Nunes, afirmou esta quarta-feira que se houver limitação ao número de passageiros que podem viajar nos transportes escolares haverá municípios deste território "que não vão conseguir assegurar todos os circuitos", principalmente os especiais, feitos em táxis e carrinhas, uma vez que os operadores não têm capacidade. No concelho de Vinhais, os operadores disponíveis não têm viaturas suficientes para garantir o serviço como até ao ano lectivo passado. "Se houver limitações nós teremos muitas dificuldades. Por exemplo Vinhais, que tem um certo número de táxis, e não conseguem fazer duas viagens para ir buscar os alunos", explicou Artur Nunes, no final de uma reunião da CIM, entidade que já solicitou ao governo a resolução do problema.