Agricultura

Ministério reconhece atrasos na apreciação das candidaturas de projetos para combate às pragas e doenças do castanheiro

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2020-07-16 15:02

Os deputados do PSD eleitos por Bragança para a Assembleia da República divulgaram esta quinta-feira que o Ministério da Agricultura reconhecer atrasos na apreciação das candidaturas dos projetos para o combate às doenças e pragas dos soutos, nomeadamente à vespa da galha do castanheiro. "É lamentável, porque se não fossem as Câmaras a financiarem as largadas era um ano perdido no combate a esta praga", referem os deputados num comunicado enviado ao Mensageiro.
Portugal apresenta-se como um dos dez maiores produtores mundiais de castanha, sendo o terceiro maior produtor europeu. A principal zona produtora do país é Trás-os-Montes, principalmente os concelhos de Bragança, Vinhais e Valpaços. "Os Municípios de Bragança, Vinhas e outros do distrito de Bragança, têm unido esforços e tomado medidas de combate às doenças e pragas do castanheiro (cancro, tinta e vespa-das-galhas-do-castanheiro), nomeadamente suportando os custos com “largadas” para o combate à vespa, adiantando verbas de uma candidatura que tarda em obter resposta do seu Ministério", acrescentam os deputados social-democratas