// Diocese de Bragança-Miranda

Monjas já deram início à vida monástica no Mosteiro de Palaçoulo em Miranda

Publicado por Francisco Pinto em Qui, 2020-10-22 10:26

Já deram início à vida monástica no Mosteiro de Palaçoulo, em Miranda do Douro, as primeiras duas monjas de um grupo de dez que ao longo das próximas semanas se irá instalar naquele espaço. O momento foi assinalado com a presença do bispo diocesano, D. José Cordeiro, e do Pe. António Pires.
Na próxima segunda-feira chegam mais três monjas, sendo que o mosteiro foi construído com a capacidade máxima de 40, pelo que D. José Cordeiro tem a esperança de que mais vocações se despertem na região.
“Temos já muitos pedidos de pessoas de Portugal e de Espanha para vir conhecer o mosteiro e acredito que existem muitos jovens a inquietar-se para perguntar pela vida monástica”, disse José Cordeiro, no âmbito de uma visita às obras da Casa de Acolhimento do mosteiro trapista.
O bispo assegura que a conclusão da Casa de Acolhimento e do mosteiro vão contribuir para desenvolver o turismo religioso nesta diocese do Nordeste Transmontano, “já que as visitas ao local começam a ser frequentes”.
As obras da Casa de Acolhimento do mosteiro entraram na sua reta final e em Palaçoulo já se encontram as primeiras duas de 10 religiosas da ordem Cisterciense da Estrita Observância que vão permanecer “em clausura".