Bragança

Comunistas acusam Executivo da Câmara de desrespeito pelo membros da Assembleia Municipa

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2020-07-02 10:10

A CDU critica a atuação da Câmara de Bragança durante o Estado de Emergência e as medidas que tomou para fazer face à pandemia de covid-19 por “não envolver as restantes forças políticas com assento na Assembleia Municipal negando-lhe, inclusive, a informação que lhe deveria ser remetida ao abrigo da lei”, referiu Fátima Bento, dos órgãos locais daquela coligação, numa conferência de imprensa realizada em Bragança, na passada quarta-feira, 24.
Para os eleitos da CDU aquela posição é assumida pelos presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal de Bragança que o contexto de coronavírus tornou ainda mais evidente uma conduta política enraizada “de desrespeito pelas restantes forças democraticamente eleitas”. Mais. Fátima Bento e António Morais afirmaram que “a CDU não teve alternativa se não acompanhar pelos órgãos de comunicação social as múltiplas ações tomadas pelo executivo da Câmara Municipal, autoconsideradas por este, ajustadas ao momento”, sublinhando que “a informação fundamentada” nunca lhes chegou.