Nordeste Transmontano

Covid-19: Mais uma vítima mortal, 25 casos novos esta terça-feira e 20 pacientes recuperados

Publicado por AGR/FP/FP em Qua, 2020-09-23 01:51

As autoridades de saúde do Nordeste Transmontano identificaram 25 casos novos de covid-19 no distrito de Bragança esta terça-feira, que afetam nove dos 12 concelhos, tendo sido registada mais uma vítima mortal.

Em Bragança há seis casos novos, um deles na aldeia de Salsas.

Poiares, em Freixo de Espada à Cinta, regista cinco casos novos.

Há, ainda, quatro novos em Macedo de Cavaleiros, que tem sido um dos focos crescentes no distrito. Neste caso já estão infetadas uma professora (desde a semana passada, mas teve contacto com apenas uma turma) e a sua filha. No agrupamento, há ainda o caso de uma criança, que não tem ido à escola depois de os pais testarem positivo (relacionados com o surto no lar de Carção).

Em Miranda do Douro há dois casos novos, em Genísio e Paradela.

Outro surto em crescimento é o das Aguieiras, em Mirandela, que tem mais dois casos. Nesta freguesia são pelo menos três as linhas de contágio seguidas pelas autoridades.

Há um caso novo em Torre de Moncorvo e outro em Vila Flor.

Somam-se, ainda, três novos em Vimioso (dois em Argozelo e um em Carção), que é o concelho mais afetado do distrito.

Finalmente, um caso novo em Vinhais.

Em sentido inverso, 20 pacientes foram dados como recuperados da infeção.

Quatro em Bragança, quatro em Macedo de Cavaleiros, três em Mirandela (Aguieiras), três em Mogadouro, quatro em Vimioso e dois em Vinhais (Fresulfe).

Desta forma, subiu para 661 o número de casos registados no Nordeste Transmontano desde o início da pandemia, sendo que 184 deles estão ainda ativos.

Vimioso, com 57 casos, é o concelho mais atingido. Segue-se Bragança, com 36, Macedo de Cavaleiros, com 26, Mirandela, com 18, Freixo de Espada à Cinta, com 12, Vinhais e Mogadouro, com sete, Moncorvo e Miranda, com seis.
Carrazeda e Vila Flor têm dois casos cada.
Alfândega da Fé é o único concelho limpo.

Há ainda cinco casos importados, dois de Lisboa e Vale do Tejo, dois da Póvoa de Lanhoso e um de Madrid (o piloto do héli do INEM estacionado em Macedo).

Esta terça-feira há, ainda, notícia de uma nova vítima mortal no distrito de Bragança, a 27.ª desde o início da pandemia, terceira em menos de uma semana.