Mirandela

Ficou em prisão preventiva suspeito de ter ateado fogo em Mirandela

Publicado por Fernando Pires em Sáb, 2020-08-08 21:41

Ficou em prisão preventiva o homem detido na última madrugada, residente em Mirandela, suspeito da presumível autoria de um crime de incêndio florestal, que ocorreu anteontem à noite, entre Golfeiras e Eixes, às portas da cidade do Tua.

Recorde-se que o homem, com cerca de 30 anos, foi surpreendido por uma equipa dos bombeiros voluntários de Mirandela que estava de vigilância ativa na zona, onde na passada quinta-feira lavrou um incêndio de grandes dimensões - que chegou a ameaçar casas e que levou ao corte da A4 e duas estradas nacionais – e verificou um foco de incêndio em zona de mato, mas muito próximo de habitações no Bairro de Golfeiras (Mirandela).

Ao deslocarem-se para o local, avistaram uma viatura a circular próximo do foco de incêndio e ao abordarem o condutor notaram um comportamento estranho. Encontraram no chão uma garrafa que continha um produto inflamável, levando os soldados da paz a reter o indivíduo e a alertar a PSP de Mirandela.

Já no local, agentes da Polícia de Segurança Pública identificaram o homem de 30 anos, que terá confessado a ignição do foco de incêndio rapidamente controlado pelos bombeiros.

Foi levado para a esquadra local, com o caso a ser entregue à Polícia Judiciária.
Presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial, foi-lhe decretada a prisão preventiva.

Já na passada quinta-feira, a PSP de Mirandela tinha detido um homem de 51 anos pela suspeita de crime de incêndio florestal, de forma negligente, quando andava a efetuar trabalhos agrícolas.

O homem foi ouvido em tribunal e saiu em liberdade com o Termo de Identidade e residência.