Bragança

Somos todos diferentes e todos iguais mostram as quatro mil peças da exposição de Zadok Ben-David

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2019-06-27 09:29

A diversidade de raças, credos e culturas está patente na maior exposição que o artista Zadok Ben-David produziu em Portugal, composta por quatro mil peças de várias dimensões que até outubro ocupam toda a sala do primeiro andar do Centro de Arte Contemporânea Graça Morais (CAC), em Bragança. O trabalho ‘People I saw but I never met’ ( Pessoas que vi, mas nunca conheci) já passou por Los Angels (EUA), Sidney (Austrália), Seul (Coreia) entre outras capitais do mundo