Justiça

Tribunal da Relação iliba médica nefrologista de responsabilidade na morte de uma doente no hospital de Bragança

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2020-05-28 09:21

Uma médica nefrologista do hospital de Bragança foi absolvida pelo Tribunal da Relação de Guimarães do crime de homicídio por negligência na morte de uma doente de 75 anos, em 2013. O Tribunal de Bragança havia condenado a profissional de saúde pela prática de um crime de homicídio por negligência, na pena de dois anos e oito meses de prisão, suspensa na sua execução pelo mesmo período, no ano passado, mas aquela apresentou recurso e foi ilibada. A Relação considera que o facto de não ter sido feita a autópsia inviabilizou a única forma de confirmar se a causa da morte se deveu a erro médico.