Bragança

Carências na formação em língua gestual em Trás-os-Montes reveladas no Festival de Cinema Acessível

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2019-05-30 09:42

O I Festival de Cinema Acessível de Bragança revelou várias carências da região ao nível da acessibilidade de invisuais e deficientes auditivos na fruição da cultura, nomeadamente a falta de língua gestual estabelecida, seja ao nível da formação, seja da ausência de serviços de interpretação. “A inexistência de formação em língua gestual obriga os que querem aprender a ir para fora da região e frequentar aulas. Além disso Trás-os-Montes não dispõe de fornecimento de serviços de interpretação em língua gestual”, revelou Cláudia Martins, docente da Escola Superior de Educação de Bragança (ESEB), onde na quinta e sexta-feira decorreu aquele festival.