Diocese de Bragança-Miranda

D. José Cordeiro lança desafio aos jovens na homilia da missa de Ramos

Publicado por AGR em Dom, 2020-04-05 16:01

O bispo de Bragança-Miranda, D. José Cordeiro, lançou este domingo um apelo aos jovens, na homilia da missa de Ramos, na catedral.
"O tema que o Papa Francisco escolheu para o Dia Mundial da Juventude, que hoje celebramos é: Jovem, Eu te digo, levanta-te! (cf. Lc 7, 14). Já na Exortação Christus vivit escreveu: «Se perdeste o vigor interior, os sonhos, o entusiasmo, a esperança e a generosidade, diante de ti está Jesus, como parou diante do filho morto da viúva, e o Senhor, com todo o seu poder de Ressuscitado, exorta-te: “Jovem, Eu te ordeno: Levanta-te!”» (n. 20).
Queridos Jovens, não deixeis que vos roubem esta sensibilidade [ter compaixão], pois “certas realidades da vida só se veem com os olhos limpos pelas lágrimas”.
Hoje muitas vezes há «conexão», mas não comunicação. Se o uso dos aparelhos eletrónicos não for equilibrado, pode levar-nos a ficar sempre colados a um visor. Com esta mensagem, queridos jovens, gostaria também de lançar juntamente convosco o desafio duma viragem cultural, a partir deste «levanta-te» de Jesus. Numa cultura que quer os jovens isolados e debruçados sobre mundos virtuais, façamos circular esta palavra de Jesus: «Levanta-te». É um convite a abrir-se para uma realidade que vai muito além do virtual. Isto não significa desprezar a tecnologia, mas usá-la como um meio e não como fim. «Levanta-te» significa também «sonha», «arrisca», «esforça-te por mudar o mundo», reacende os teus desejos, contempla o céu, as estrelas, o mundo ao teu redor. «Levanta-te e torna-te aquilo que és». Graças a esta mensagem, muitos rostos apagados de jovens ao nosso redor animar-se-ão, tornando-se muito mais belos do que qualquer realidade virtual.
Dadas todas estas circunstâncias que nos envolvem, pensamos com o Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil Vocacional como fazer em relação o Dia Diocesano da Juventude agendado para o dia 9 de maio de 2020. Assim, decidimos ser mais sensato suspender o DDJ e remarcá-lo para o 24 de abril de 2021, em Miranda do Douro.
A todos e especialmente aos Jovens: a cruz de Jesus Cristo ilumina a nossa peregrinação pascal e sobretudo a das pessoas mais velhas e mais vulneráveis. Estamos juntos!
Coragem e confiança na Cruz florida de Cristo, nossa Páscoa e nossa Paz", disse o bispo diocesano.
D. José Cordeiro referiu-se, ainda, à "dor" de ver uma catedral vazia, pois a celebração decorreu à porta fechada devido à covid-19, tendo sido transmitida pelo Mensageiro de Bragança nas redes sociais.
"É com dor no coração que celebramos a liturgia do Domingo de Ramos na Paixão do Senhor sem a comunidade reunida na igreja catedral.
Em tempo da pandemia covid-19 arrepia ver esta enorme catedral vazia (logo hoje, um dos dias do ano em que mal se cabia) e, ao mesmo tempo, na fé da Igreja sentir que está mais cheia que nunca. «Estamos todos numa solidão e numa multidão ao mesmo tempo» (Zygmunt Bauman).
Nos adros de muitas igrejas e capelas da Diocese de Bragança-Miranda, ou em seu redor como uma coroa, existem oliveiras verdejantes, que levam o povo a cantar: «benditas oliveiras da nossa terra amada, sois vós que alimentais a lâmpada sagrada». O mesmo acontece aqui na escadaria da Catedral, qual jardim de azeite!
Alguns autores na representação da Anunciação do Senhor, colocam um ramo de oliveira nas mãos do Anjo que fala com Maria, como que a dizer: «O Senhor é contigo». A oliveira é sinal de confiança total como escreve o salmista: «Eu porém, como oliveira viçosa na casa de Deus, confio para sempre na sua misericórdia» (Sl 15, 10).
«A sua morte redimiu os nossos pecados e a sua ressurreição abriu-nos as portas da salvação» (Prefácio). A Paixão de Jesus Cristo continua hoje", frisou.
D. José Cordeiro lembrou, ainda, que Jesus "está connosco nestes tempos maus".
"É Jesus, o Cristo de Deus. Acreditas nisto?
Jesus Cristo está connosco nestes tempos maus do covid-19. Acreditas nisto?
É a ressurreição e a vida. Acreditas nisto?
Jesus Cristo é o caminho, a verdade e a vida. Acreditas nisto?
Jesus Cristo é o amor incondicionado, sem limites. Acreditas nisto?
Jesus Cristo está nos hospitais, nos lares de idosos, nos estabelecimentos prisionais, nas casas de cada família, no coração de cada um. Acreditas nisto?
Jesus Cristo está nos médicos, enfermeiros, cuidadores, voluntários, forças de segurança e proteção civil, autoridades civis e de saúde. Acreditas nisto?
Jesus Cristo é o médico dos corpos e das almas. Acreditas nisto?
Jesus Cristo está nos mais pobres que não têm voz nem vez. Acreditas nisto?
A oração e o serviço silencioso são fecundos e trazem consigo a primavera. Acreditas nisto?
Nós acreditamos em Ti, Jesus Cristo, eterna vida.
Deus não precisa de ser justificado, nem sequer neste tempo duríssimo. Nem nós somos pagãos para pensar que as nossas orações convencem a Deus. Ele está do nosso lado. Rezamos porque acreditamos que Jesus Cristo é a nossa Páscoa e a nossa Paz", disse.