Vila Flor

Dezenas de pessoas podem vir a ser acusadas do crime de desobediência

Publicado por Fernando Pires em Sex, 2020-08-14 17:49

A GNR de Vila Flor teve conhecimento através de fotos publicadas nas redes socais da realização de uma festa com dezenas de pessoas, no passado fim-de-semana, numa quinta de turismo rural, situada no concelho de Vila Flor.

O assunto foi alvo de investigação pela possibilidade de se estar perante um crime de desobediência, dada a proibição de ajuntamentos superiores a 20 pessoas, neste período de calamidade, devido à pandemia da Covid-19.

“Apenas posso confirmar que estivemos a investigar o assunto em causa, recolhemos toda a informação que consideramos relevante e seguiu para o Ministério Público”, revela o Comandante do Destacamento Territorial da GNR de Mirandela, o capitão Hugo Torrado, sem adiantar mais pormenores sobre o caso, nem o número de pessoas que poderão vir a ser indiciadas do crime de desobediência, por violarem as regras de ajuntamento de mais de 20 pessoas.

Ao que apuramos, a festa terá sido organizada por um grupo de pessoas que alugou a quinta de turismo rural para a realização de um “sunset” que aconteceu na noite de sábado e prolongou-se durante a madrugada de domingo, com dezenas de pessoas a marcarem presença.

Recorde-se que não são permitidos ajuntamentos (limitados a 20 pessoas), com penas pesadas para quem não cumprir, estando previstas contraordenações: de 100 a 500€ (pessoas singulares) e de 1.000 a 5.000 (pessoas coletivas).