Alfândega da Fé

Exposição da Bienal de Cerveira anima agosto

Publicado por Glória Lopes em Sex, 2020-08-07 11:39

“Uma Cereja na Génese de Eugénio e Zé Rodrigues” dá o mote à exposição que liga dois grandes nomes da pintura e da literatura nacionais, parte integrante da XXI Bienal Internacional de Arte de Cerveira, que estará patente no Centro Cultural de Alfândega da Fé a partir de amanhã.
Trata-se de uma homenagem à amizade que unia o artista José Rodrigues e o poeta Eugénio de Andrade. Dois grandes vultos da cultura portuguesa e mundial, que durante vinte anos trocaram pinturas, poemas e cerejas. A mostra vai estar patente na Galeria de Exposições da Casa da Cultura Mestre José Rodrigues com obras inéditas, que vão ser mostradas ao público pela primeira vez.
A curadoria da exposição é da responsabilidade de Ágata Rodrigues, diretora da Fundação Escultor José Rodrigues sendo igualmente responsável pelo serviço educativo e dinamização cultural da obra do escultor, e António Oliveira, doutorado em Ciências da Literatura, autor de várias comunicações
sobre Marcel Proust, Eugénio de Andrade, Garcia Lorca, Miguel Torga e sobre Poesia em geral, em universidades portuguesas e estrangeiras. Serão declamados poemas na inauguração da exposição, cujo início está marcado para as 15h00.