Nordeste Transmontano

ULS diz que centro de testes da Câmara é "boa ideia" e será "complementar" à capacidade instalada

Publicado por António G. Rodrigues em Sex, 2020-04-03 10:38

O presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Nordeste, Carlos Vaz, considera que a instalação de um centro de testes a covid-19 nas cidades de Bragança e Mirandela, numa iniciativa conjunta das câmaras e dos hospitais privados das duas cidades, é "uma boa ideia" e que vem "somar-se à capacidade instalada da ULS, que tem dado resposta".

Neste momento são cinco as equipas da ULS que se têm dedicado à recolha de amostras, sobretudo em lares da terceira idade do distrito sinalizados pelas autoridades de saúde pública.

Hernâni Dias, presidente da Câmara de Bragança, explicou ao Mensageiro que a decisão de instalar estes dois centros de testes na cidade surge como "forma de permitir maior cobertura do distrito e aumentar a realização de testes para a comunidade, particularmente de lares, se as autoridades locais decidirem aceitar receber esta colaboração dos municípios".

"Estamos disponíveis para ajudar no que é uma missão de todos", sublinhou Hernâni Dias.

As colheitas feitas na região têm sido encaminhadas para o hospital de S. João, no Porto.

Carlos Vaz assegura que "a ULS certamente irá encaminhar pessoas sinalizadas para este centro de testes sempre que se esgotar a capacidade" própria.

Esta parceria entre as autarquias e o laboratório Unilab, certificado e com convenção com o Serviço Nacional de Saúde, permite uma capacidade de 200 testes por semana, 40 por dia.

Hernâni Dias explica que qualquer pessoa sinalizada pode ali deslocar-se para fazer o teste desde que "com marcação" porque haverá controlo de entrada.

Cada teste custa 115 euros.