Bragança

Comerciante chinês que atingiu a mulher a tiro começou a ser julgado

Publicado por Glória Lopes em Seg, 2020-01-13 14:41

O comerciante chinês que no ano passado alvejou a mulher na cabeça quando se encontravam em casa na cidade de Bragança, explicou esta manhã na primeira sessão do julgamento, que decorre no Tribunal Judicial local, que o disparo aconteceu depois de ter apontado a arma à companheira e esta ter tocado acidentalmente na pistola.
O arguido, com 56 anos, está acusado de um crime de homicídio na forma tentada, violência doméstica e posse de arma proibida e preferiu não prestar declarações sobre o crime de violência doméstica, mas explicou as circunstâncias em que ocorreu o disparo. Para a realização do julgamento foi necessário recorrer a uma tradutora de mandarim, uma vez que o comerciante não domina o português.