Macedo de Cavaleiros

Pedro Mascarenhas demitiu-se da presidência da Concelhia do PS e do cargo de vereador a tempo inteiro

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2020-01-09 16:16

Pedro Mascarenhas demitiu-se da presidência da Concelhia do PS de Macedo de Cavaleiros e terá manifestado intenção de deixar o cargo de vereador com pelouros atribuídos naquele município, mantendo-se como vereador eleito, confirmou o próprio ao Mensageiro. "Entendi que já não tinha condições para continuar tal como me comprometi a estar. Vou manter-me como funcionário do município onde integro os quadros técnicos há vários anos (é arquiteto) e vou continuar a ser vereador e a ir às reuniões de câmara ", explicou ao nosso jornal, sem querer fazer mais comentários. "Não quero polémicas", acrescentou.
Mascarenhas tinha a seu cargo várias áreas, como a Cooperação com as freguesias; Energia; Gestão de Equipamentos Municipais; Gestão Urbanística e Territorial; Jardins e Espaços Públicos; Obras Municipais (Públicas e por Administração Direta); Proteção Civil e Defesa da Floresta; Trânsito, Estacionamento, Sinalização e Vias Municipais.
Confirma-se assim que Pedro Mascarenhas terá manifestado intenção de abandonar o executivo municipal liderado pelo Partido Socialista e presidido por Benjamim Rodrigues, tal como o Mensageiro adiantou esta tarde de quinta-feira. O autarca daquele município não confirma a informação e adianta que não lhe chegou qualquer pedido formal no sentido de Pedro Mascarenhas se demitir do cargo. "Não posso comentar porque eu não recebi qualquer pedido formal. Se assim for terei que verificar qual é a motivação para a saída", referiu Benjamim Rodrigues.
Pedro Mascarenhas já tinha pedido a demissão da presidência da Concelhia do PS. Um pedido que Benjamim Rodrigues diz conhecer porque lhe chegou uma informação via email ontem através da Mesa Comissão Política que dava conta que Mascarenhas havia pedido a demissão.

NOTÍCIA EM ATUALIZAÇÃO