Bragança

Helena Genésio deixa Teatro Municipal em dezembro

Publicado por Glória Lopes em Seg, 2019-10-21 17:59

A diretora do Teatro Municipal de Bragança, Helena Genésio, deixa o cargo no final deste ano, depois de 15 anos à frente desta instituição, confirmou a própria ao Mensageiro. "Achei que era tempo de terminar este ciclo. Em julho quando terminou a temporada informei quem devia informar da minha decisão", explicou Helena Genésio.
Docente da Escola Superior de Educação de Bragança, Helena Genésio, estava no Teatro Municipal em regime de requisição desde a inauguração deste equipamento cultural. Assumiu funções durante um mandato do anterior autarca, Jorge Nunes.
"Eu quando fui para o Teatro disse que estaria no mínimo uma década, mas fiquei 15 anos, porque achei que estava nos meus horizontes, mas não ficaria até ao final deste mandato, porque queria fechar um ciclo neste casos de 15 anos e não 16 ou 17 anos, ficava esquisito", afirmou.
Para já está a delinear a programação para o ano de 2020, mas até lá ainda tem quase dois meses e meio de espetáculos. O último agendado é o 'Quebra Nozes', pelo Russian Classical Ballet, no dia 28 de dezembro. Foi com Helena Genésio que a população de Bragança pode assistir a espetáculos de dança, com algumas reputadas companhias internacionais. O primeiro espetáculo do 'Lago dos Cisnes' teve uma enorme procura de bilhetes. Fizeram-se longas filas para os comprar, algo inédito em Bragança. As entradas depressa esgotaram e a companhia responsável disponibilizou-se para fazer um segundo espetáculo que não estava previsto. Grandes nomes do teatro, da música e da dança nacional passaram por Bragança, como Eunice Muñoz, Maria do Céu Guerra, José Pedro Gomes, Tiago Rodrigues, Diogo Infante, Filipe La Féria, Pedro Burmester, Mário Laginha, e tantos outros desde a música ao Stand Up Comedy.