Nordeste Transmontano

Covid-19: 31 recuperados na Santa Casa de Bragança

Publicado por FP/AGR/FP em Sex, 2020-10-23 20:19

Esta sexta-feira, as autoridades de saúde do distrito de Bragança registaram 30 casos novos e 46 pacientes recuperados, 31 deles na Santa Casa da Misericórdia de Bragança.

Até às três da tarde desta sexta-feira, as autoridades de saúde do distrito de Bragança já registaram, nos últimos sete meses, 1362 casos de infeção do novo coronavírus.

O concelho de Macedo de Cavaleiros registou o maior número de novas infeções, chegando aos 18, todas na Casa de Repouso Afonso, que hoje 16 utentes e dois funcionários infetados.

O concelho de Mirandela teve 4 novos casos (três deles na cidade e outro em Torre de Dona Chama).

O concelho de Bragança registou 3 novos casos de infeção. Em Bragança, há dois agentes da PSP infetados já em dias anteriores, num surto que terá tido origem na comunidade e já alastrou à ESACT, do IPB, em Mirandela.

Alfândega da Fé e Vila Flor têm mais dois casos, cada, e Vinhais mais um caso.

Dos 46 recuperados, 38 são do concelho de Bragança, 3 de Mirandela, 2 de Macedo de cavaleiros, enquanto Mogadouro, Torre de Moncorvo e Vinhais tiveram todos um caso dado como curado.

Sendo assim, os dados actualizados, indicam que já se registaram 1362 casos desde 14 de março. 741 já recuperaram (54,4%). Restam ainda 574 pessoas (42,1%) com casos de infeção ainda ativos.

O concelho de Bragança continua a ser o mais afectado pela pandemia, restando ainda 361 pessoas por curar, o que representa cerca de 63% do total de pacientes ainda ativos no distrito.

Segue-se o concelho de Mogadouro com 58 casos ativos. Macedo de Cavaleiros tem 56. Mirandela atingiu os 30 casos, tal como Vila Flor. Alfândega da Fé ainda regista 24 pacientes por recuperar. Torre de Moncorvo e Vinhais têm 6. Miranda do Douro tem 2 e Freixo de Espada à Cinta têm ainda um caso ativo.

Há mais uma morte a lamentar entre os utentes da Santa Casa de Bragança (são já 21 os óbitos na instituição), que eleva para 55 as mortes no distrito desde o início da pandemia.

Em Mogadouro, já regressam às aulas duas turmas de 1.º e 2º ciclos que estiveram em “isolamento profilático”, num total de cerca de 40 alunos.